Envelhecimento Saudável


"Apesar dos receios que possa ter em relação às rugas, aos músculos flácidos ou a uma mente cansada, há formas para envelhecer graciosamente."

Rebbeca Ruiz

 



Escrito por Psicologia V Semestre às 11h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A fonte da juventude na sua mesa - Alimentação saudável pode retardar o processo de envelhecimento

Na busca pelo corpo perfeito e pela juventude eterna, muitas pessoas se perdem em meio a tantas cirurgias plásticas, aplicações e tratamentos e, muitas vezes, se esquecem que o fundamental para um envelhecimento saudável é cuidar da alimentação e da mente. O tipo de dieta, a quantidade e qualidade dos alimentos, além da prática de exercícios físicos garantem a qualidade de vida e, conseqüentemente, determinam a saúde. Portanto, as palavras-chave para o equilíbrio são consciência e moderação no dia-a-dia.  À medida que o organismo envelhece, mais cuidados precisam ser tomados: é necessária a adaptação do corpo e, conseqüentemente da alimentação. A primeira medida está relacionada às necessidades calóricas. Em média, o consumo diminui cerca de 100 calorias por década de vida. Comer bem e pouco faz com que as células se desgastem menos no processo de quebra, absorção e metabolização.

Dietas balanceadas
O presidente da Sociedade Brasileira Antienvelhecimento, Wilmar Jorge Accursio, afirma que a prioridade deve ser por alimentos como legumes, verduras, frutas, carnes brancas e fibras. As fibras são fundamentais, pois saciam rapidamente, melhoram o funcionamento do organismo – principalmente do intestino – e baixam o nível de colesterol. Vale ressaltar que as dietas precisam ser calculadas de acordo com o gasto calórico de cada um, que varia com a idade, sexo, atividade física, massa muscular e peso. A nutrologista Ellen Simone Paiva avisa, no entanto, que atitudes extremistas não devem ser tomadas. “Essa teoria não ensina a reduzir drasticamente as calorias e nutrientes e não pretende deixar ninguém desnutrido. Até porque sabemos que os extremos da magreza também estão relacionados com maior incidência de doenças crônicas”, esclarece. Por essa razão, o presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), Durval Ribas Filho, alerta para os perigos das dietas da moda. “Essas dietas utilizam um princípio básico para emagrecer: prescrevem menos calorias do que o necessário para uma alimentação saudável, assim, todos emagrecem. Apesar disso, não são balanceadas, omitem alimentos importantes e não têm compromisso com a saúde das pessoas. Conseguem perda de peso, mas nunca a manutenção do peso alcançado”.



Escrito por Psicologia V Semestre às 10h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Promoção do Envelhecimento Saudável - Saúde Bucal

 

A longevidade, com qualidade de vida, é um objetivo convergente com premissas da promoção da saúde. Viver mais e bem é um ideal intimamente relacionado à saúde em sua apreensão mais ampla como potencial de satisfação das aspirações humanas. A velhice relaciona-se intimamente com a preservação da autonomia do indivíduo. A promoção do envelhecimento saudável para a atenção ao idoso está relacionada com as práticas de saúde, em geral, e é vista como valiosa conquista humana e social. Propiciar um envelhecimento saudável à toda a população é um dos nossos objetivos. E neste propósito também se destaca a saúde bucal na terceira idade: consiste na manutenção dos dentes saudáveis sob aspectos biológicos; devolver a habilidade para bem  mastigar; melhorar a sensibilidade gustativa;  ajudar numa fonação adequada e uma estética que ajude na reinserção social e assim  proporcionando bem estar e qualidade de vida. Cuidado aos idosos deve ser diferenciado, idealizando modelos de atenção multidimensional com características peculiares pela presença de múltiplas enfermidades que determinam limitações funcionais e psicossociais.

Nos últimos anos, a maior consciência preventiva dos pacientes e dos profissionais foi uma  contribuição essencial para a preservação dos dentes naturais e conseqüentemente a demanda por tratamentos odontológicos mais complexos foi aumentada e os índices de edentulismo reduziram. Não se pode mais conceber a idéia de que perder dentes é inerente ao Envelhecimento.  

Estudos confirmam a tese de que as dentaduras podem ser consideradas uma importante reserva de microorganismos que colonizam a faringe. Por isso, é importante controlar, com bastante cuidado, a placa bacteriana nas dentaduras para prevenir a ocorrência de pneumonia. Pacientes portadores de próteses totais e removíveis podem apresentar ainda a chamada estomatite protética, com a qual associa-se Candida albicans determinando a chamada candidíase eritematosa, esta condição torna-se ainda mais relevante quando o paciente está sendo submetido à terapia com antibióticos, imunosupressores e terapias anti-cancerígenas.



Escrito por Psicologia V Semestre às 10h53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Envelhecimento saudável é uma escolha e um compromisso pessoal

Dia nacional do Idoso – 27/09
Dia Internacional do Idoso – 01/10

Qual forma de envelhecimento: Normal ou Errado?

O mundo está envelhecendo e nunca pudemos esperar viver tanto. Esta realidade já faz parte do cotidiano brasileiro: vemos idosos em todos os segmentos da sociedade e em diversas ocupações. O estereótipo do idoso aposentado em casa é apenas uma das faces do idoso brasileiro, que pode ser um idoso ativo, que ainda trabalha de forma voluntária ou contribui com o orçamento familiar; que corre no parque e joga tênis ou damas e leciona na universidade; ou pode ser um idoso acamado em um asilo, limitado por muitas doenças ou isolado socialmente. Múltiplos perfis se associam para compor a imagem do nosso idoso. As grandes diferenças que observamos entre idosos muitas vezes de mesma idade na verdade são características daquilo que vem ocorrendo com o envelhecimento do nosso povo: ao contrário da crença comum, idoso não é tudo igual; tornamo-nos cada vez mais distintos uns dos outros em relação ao nosso grau de saúde. Por que isto ocorre? Em primeiro lugar temos de entender que há duas formas de envelhecimento: o envelhecimento normal e o envelhecimento errado.

O envelhecimento normal acontece com todos nós. Deste nós não conseguimos fugir e quem disser o contrário, à luz da ciência atual, está enganado. A boa notícia é que o envelhecimento normal não nos impedirá de fazer esporte, de cuidar do intelecto e de ser ativo; ou seja, não impõe graves limitações à vida. Já o envelhecimento ruim ou patológico, esse pode trazer terríveis limitações. Se olharmos novamente para aquele idoso acamado, para aquele que não consegue cuidar de si próprio, quase com certeza houve coisa errada com seu envelhecimento. Ele não envelheceu bem. Então quando é que devemos nos preocupar com o envelhecimento? As pesquisas mostram que alguns dos processos biológicos do envelhecimento humano já se iniciam desde o nascimento; alguns cientistas acreditam que eles se iniciam até mesmo antes de nascer. E todos são unânimes em dizer que uma vida saudável desde a época da nossa gestação influencia em algum grau o tipo de idoso que vamos ser. Sabemos que normalmente, por volta dos 30 anos de idade, atingimos o nosso auge: fisicamente, em termos de capacidades mentais e nos processos biológicos de que dependemos, como a capacidade respiratória ou da filtração dos rins. A partir de então teremos uma lenta queda, que faz parte do processo normal do envelhecimento; ao mesmo tempo, estaremos muito sensíveis às ações do envelhecimento ruim, que se soma ao envelhecimento normal e pode fazer com que esta queda seja muito mais rápida.

O que nos faz idosos é, portanto, um processo contínuo e não uma mudança súbita a partir de uma certa idade. Portanto, é a prevenção continuada e os hábitos saudáveis ao longo da vida que contribuem com o envelhecimento saudável. É um processo ativo. Envelhece com saúde quem se previne das doenças que podem aparecer ao longo da vida, como a hipertensão ou o diabetes, de preferência através do controle dos fatores de risco, como o fumo, o sedentarismo e o colesterol alto. Vale dizer que atividade física e uma alimentação saudável são algumas das bases para o bom envelhecimento. Exames médicos periódicos e o aconselhamento médico também podem garantir que estamos no caminho certo, mas é fundamental entender que antes de tudo, o envelhecimento saudável é uma escolha e um compromisso pessoal. Um compromisso antes de tudo com a manutenção da saúde, prevenção das doenças evitáveis ou das complicações das doenças inevitáveis. Enfim, o envelhecimento saudável é uma aplicação científica do velho ditado: prevenir é o melhor remédio. Bem falavam as nossas avós!



Escrito por Psicologia V Semestre às 10h37
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Segundo a Universidade de Stanford nos USA , apenas 10% da população fica doente. Os demais são afetados pelo estilo de vida, poluição, stress, má alimentação, vida sedentária e erros genéticos, fatores estes que podem ser modificados com a boa medicina preventiva e de reposição hormonal.
Outro fator importante é que nós envelhecemos porque perdemos nossos hormônios e NÃO que perdemos hormônios porque envelhecemos.
Com isso podemos afirmar que o Envelhecimento é uma deficiência que tem PREVENÇÃO E TRATAMENTO.
Hoje podemos viver até os 100 anos ativos, sem doenças e sem se tornar um pesado fardo para a família.
 
 

 



Escrito por Psicologia V Semestre às 10h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Entrevista com o médico Cesar prinzac sobre envelhecimento saudável (Segunda parte)



Escrito por Psicologia V Semestre às 14h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Entrevista com o médico Cesar prinzac sobre envelhecimento saudável



Escrito por Psicologia V Semestre às 14h38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

Muitas vezes, os idosos subestimam as suas doenças, achando que tudo é decorrente “da idade”. No entanto, devemos ter a idéia de que é preciso procurar atendimento médico quando se sente algo que incomoda, para esclarecer se o que se tem ou se sente representa ou não agravo à saúde.
É preciso aceitar essa fase como um importante capítulo do livro da vida. Então, como se manter bem, mesmo na presença de algumas doenças crônicas, tão comuns nessa faixa etária?
• Muitas doenças são crônicas, e não é possível ter a cura delas, mas podem e devem estar controladas. Isso, na maioria das vezes, depende muito de você.
• Faça o tratamento de reabilitação de seqüelas ocasionadas por alguma doença crônica.
• Mantenha hábitos saudáveis: não fume, não beba em excesso, evite ambientes com ruídos intensos e exposição solar sem proteção. Tenha uma alimentação rica em fibras (frutas e verduras) e pobre em gorduras saturadas.
• Pratique uma atividade física. Isso ajuda a melhorar a sua condição física, dá mais disposição, ajuda a controlar doenças como hipertensão, diabetes e colesterol alto, diminuindo o estresse, a depressão e o isolamento.
• Tenha um sono adequado: dormir bem ajuda a manter o corpo em bom funcionamento.
• Pratique atividades de lazer, como passear, ir ao cinema, ao teatro, viajar, fazer amigos e dançar. Enfim, tenha como lazer aquilo que lhe dá prazer.
• Mantenha a sexualidade: não valorize apenas o ato sexual. Lembre-se de que o contato e o afeto são muito importantes.
• Tenha metas e objetivos. Planeje o seu futuro. Participe de decisões pessoais, familiares e sociais.
• Não deixe de ter atividades intelectuais. Leia muito, faça cursos, esteja por dentro dos assuntos que acontecem no mundo. Isso contribui para preservar a sua memória.
• Tenha fé, acredite em algo, cultive a espiritualidade. Estudos mostram que são úteis para manter o equilíbrio mental.
Até o momento, a ciência não descobriu nenhum antídoto para combater o envelhecimento. Suplementação vitamínica, drogas antioxidantes e anestésicos, nenhuma dessas terapias têm base científica que comprove o retardamento dessa fase. No entanto, um estilo de vida saudável com medidas simples, como as apontadas acima, podem fazer a diferença e proporcionar melhor saúde e bem-estar.



Escrito por Psicologia V Semestre às 14h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

"Evelhecer é somente um estado de espirito"

 



Escrito por Psicologia V Semestre às 14h10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Envelhecer é um processo natural. Entretanto, envelhecer não deve ser sinônimo de má qualidade de vida ou algo relacionado a coisas ruins; é possível sim fazê-lo de forma saudável e com qualidade.

 



Escrito por Psicologia V Semestre às 13h58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Escrito por Psicologia 5° Semestre às 13h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 

Histórico
Outros sites
  Saúde na terceira idade
  Antienvelhecimento
  Guia do envelhecimento saudável
  Como envelhecer de forma saudável
  Como envelhecer de forma saudável 2
  Como envelhecer de forma saudável 3
  Retardando o envelhecimento
  Corpo e saúde
  Só se for saudável
  É POSSIVEL?
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?